Pesquisa mostra preocupação do alagoano com coronavírus

Pesquisa mostra preocupação do alagoano com coronavírus

Na segunda-feira (27), o deputado estadual Davi Maia (DEM) apresentou uma pesquisa de opinião contratada pelo seu gabinete sobre a percepção dos alagoanos em relação a Covid-19. A pesquisa foi realizada nos dias 14 e 15 de abril, onde Alagoas tinha apenas 83 casos confirmados, 290 casos suspeitos, 24 casos recuperados e 5 óbitos.

A pesquisa mostra que, naquele período, o nível de preocupação com o coronavírus era alto para 51% das pessoas, para 36% das pessoas era médio e a preocupação era baixa para 12%. Nos dias realizados, 91% dos ouvidos não conheciam alguém infectado, contra 7% que conhecia.

Ainda de acordo com a pesquisa, 66% dos alagoanos concordam com o isolamento social, 26% são contra e 7% não sabe ou não opinou. Para 53% da população, o comércio deveria continuar fechado, para 41% deveria ser reaberto e 7% não sabe ou não opinou.

Sobre a educação nesse período, 77% dos ouvidos acreditam que as aulas devem continuar suspensas, 20% defende que voltem às aulas e 3% não sabe ou não opinou.

Para 64% da população, o mais importante neste momento é deixar as pessoas em casa para impedir que o vírus se espalhe, para 26% deveria acabar com o isolamento para estimular a economia e impedir o desemprego.

Na data, 50% dos ouvidos falam que suas rendas mensais já diminuíram, 38% não tiveram impacto em suas rendas e 11% ficou desempregado.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto DataSensus através de ligações telefónicas. A amostra foi de 876 entrevistas. O intervalo de confiança estimado é de 95%. A margem de erro máxima estimada é de 3 pontos percentuais.

Veja matéria completa aqui

Compartilhe:

Deixe uma resposta