Declarações de secretária de Educação repercutem na Assembleia Legislativa

Declarações de secretária de Educação repercutem na Assembleia Legislativa

Davi Maia critica declarações e convoca secretária para prestar esclarecimentos

As declarações da secretária estadual da Educação, Laura Souza, responsabilizando os professores e monitores pela falta de engajamento e consequente evasão dos alunos da rede pública estadual de ensino, foi duramente criticada pelo deputado Davi Maia (DEM) durante a sessão plenária desta terça-feira, 18. O parlamentar se disse indignado e taxou a gestora de “prepotente, arrogante e ignorante”.

Ele informou que apresentou requerimento de convocação para que secretária venha se explicar ao Parlamento. “A senhora Laura, em reunião com professores – na semana passada -, disse que o descaso que aconteceu com a Educação durante a pandemia era de responsabilidade dos professores e dos monitores. E mais, ameaçou de acabar com o contrato de todos os monitores, porque estava havendo evasão escolar”, contou Maia.

Na sequência, o parlamentar questionou: quais são os projetos do Estado para os alunos durante a pandemia e o que o governador fez para combater a evasão escolar? “Enquanto escolas particulares se desdobravam para tentar manter as aulas em dia, o que esse governador fez?”, cobrou. “No Estado do Paraná, o governador distribuiu chips para celulares, com internet, para que os alunos pudessem ter acesso às aulas; e essa senhora queria que os professores dessem um jeito na incompetência que é dela”, acusou Davi Maia.

“Não é a primeira vez que essa senhora (Laura) fala alguma asneira ou alguma besteira. Nesta Casa, ela já disse que entregaria o cargo, mas não adquiria produtos do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos)”, destacou o parlamentar, explicando que está apresentando uma convocação da secretária Laura Souza.

Compartilhe:

Deixe uma resposta