Cadeia produtiva do sururu é debatida na Assembleia

Cadeia produtiva do sururu é debatida na Assembleia

Nesta quinta-feira (14), o deputado estadual Davi Maia reuniu deputados e representantes do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) para que fosse apresentado o projeto Maceió Inclusiva Através da Economia Circular. A ação tem como objetivo melhorar a qualidade de vida da população dedicada à cadeia do sururu, tornando ele um alimento de alta qualidade, visando à exportação nacional e internacional.

Maceió Inclusiva é uma parceria entre a Prefeitura de Maceió, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Fundo Multilateral de Investimento (Fumin), e executado pelo IABS. O projeto conta, ainda, com o apoio da Braskem, do Sebrae e do Desenvolve – Banco do Povo.

Além de Davi Maia, estiveram presentes os deputados Cabo Bebeto, Cibele Moura e Angela Garrote. Representando o IABS, Jannyne Barbosa, coordenadora técnica.

“Vou buscar o apoio das forças políticas. Esse é um empreendimento de impacto social e ambiental, que vai ajudar as famílias que vivem nos bolsões de miséria no Vergel e Trapiche, às margens da lagoa”, ressaltou o deputado Davi Maia.

Jannyne Barbosa destacou que para fortalecer a cadeia produtiva do marisco é necessário que os Poderes integrem, efetivamente, o arranjo institucional.

Compartilhe:

Deixe uma resposta